Capal 58 Anos de História

 



Cooperativa comemora 58 anos de história

Capal Cooperativa Agroindustrial celebra uma trajetória de conquistas e investe R$ 43 milhões na ampliação da capacidade operacional
Entre as maiores da região Sul, a Capal Cooperativa Agroindustrial está comemorando seu aniversário de 58 anos. A cooperativa tem muito o que celebrar: são 14 unidades de negócio distribuídas pelos estados do Paraná e de São Paulo; quase 3 mil associados; e a presença em mais de 78 cidades.
Fundada em setembro de 1960 por imigrante holandeses, a Capal tem suas raízes na cidade de Arapoti (PR). Inicialmente voltada à produção de leite, hoje suas atividades também englobam agricultura e suinocultura. A tradição e a solidez da Capal são responsáveis pela produção de mais de 640 mil toneladas de grãos por ano. Atualmente, a lavoura responde por cerca de 60% das atividades da cooperativa, que se concentra no cultivo de soja, milho, trigo e feijão.

História

Se na década de 60 a cooperativa contava com 21 sócios fundadores – todos holandeses – foi da aliança entre imigrantes e brasileiros que veio o sucesso. Combinando o know-how trazido da Holanda aos conhecimentos do solo e do clima brasileiros, a Capal cresceu. Em 1973, a cooperativa passa a ser uma referência na agropecuária regional e nacional.
No ano de 1976, com a abertura de uma filial em Itararé, em São Paulo, a cooperativa mostra a que veio: tem início sua expansão. Na terra natal, Arapoti, passa a funcionar uma fábrica de ração para bovinos e suínos. Os anos 2000 são marcados por uma ampliação ainda maior em suas atividades. Em 2004 a Capal passa a atuar em Carlópolis e Wenceslau Braz e, cinco anos mais tarde, em Taquarituba. É nesse período que se consolida um novo modelo de gestão, iniciado em 1995:  a profissionalização da administração da cooperativa.
Ao longo dos anos seguintes vieram Taquarivaí, Santana do Itararé e Joaquim Távora, além de obras para melhorar e ampliar a estrutura, novas fábricas e unidades operacionais. Em 2014 consolidam-se os projetos da intercooperação, que deu origem a marca Unium, marcados pela inauguração do Moinho de Trigo, em Ponta Grossa (PR), e da Unidade Industrial de Carnes, em Castro (PR).

Olhando para o futuro

Aos 58 anos, a Capal quer alcançar ainda mais. Em 2018, a cooperativa está fazendo um investimento de R$ 38 milhões em duas unidades - Itararé e Wenceslau Braz, que terão suas estruturas de armazenagem ampliadas e devem receber, ainda, outras melhorias. Com previsão para serem finalizadas até fevereiro de 2019, as obras incluem o aumento da capacidade de armazenamento das filiais e investimentos em infraestrutura. Já Arapoti, município sede da cooperativa, receberá uma nova linha de peletização para a fábrica de rações – uma ampliação no valor de R$ 5 milhões.
“Olhamos com orgulho para o nosso passado, uma trajetória de vitórias, mas sem esquecer de olhar mais adiante, onde queremos chegar”, salienta o diretor presidente da Capal, Erik Bosch. Com um faturamento de R$ 1,2 bilhão em 2017, a Capal constrói o futuro do cooperativismo: “Queremos promover o desenvolvimento pleno de nossos associados, oferecendo produtos e serviços de qualidade. Vamos continuar trilhando essa história de sucesso dentro do cooperativismo”, acrescenta Bosch.

Sobre a Capal



Fundada em 1960, a Capal conta atualmente com quase três mil associados, distribuídos em 14 unidades de negócios, nos estados do Paraná e São Paulo. A cadeia agrícola responde por cerca de 70% das operações da Cooperativa, produzindo mais de 640 mil toneladas de grãos por ano, com destaque para soja, milho e trigo. A área agrícola assistida ult
rapassa os 140 mil ha.


Assessoria de Imprensa da Capal
Página 1 Comunicação



© Copyright 2017 - PORTAL ARAPOTI
(43) 9 8806-0669 | contato.portalarapoti@gmail.com

Desenvolvido por PORTAL ARAPOTI | Design FARLEY